Estudo para transporte aquaviário na Barra pode custar até R$ 1,3 milhão

Quem mora na Barra da Tijuca já pode ir preparando o seu Dramin. Como o secretário de Transportes, Fernando Mac Dowell, tinha adiantado ao jornal “Extra” tempos atrás (ai, como eu odeio citar a concorrência!!), já começa a se desenhar o projeto de transporte aquaviário da região.

Hoje, foi publicada a convocação para que sejam realizados estudos para uma possível PPP (Parceria Público-Privada), que coloque para funcionar as embarcações. O trajeto que tinha sido anunciado iria da Península (onde mora o prefeito Crivella) até o Jardim Oceânico.

Se a ideia vai para frente ou não, é difícil saber. Aliás, já se cogita esse tipo de serviço desde 2014, inclusive com aprovação de lei na Câmara, mas nada foi feito. De qualquer forma, a publicação de hoje já fala em gastos. Somente os estudos podem chegar a R$ 1,3 milhão, com “eventual ressarcimento”. Já se fala também na necessidade de desapropriar imóveis para construção de píer.

E aí? Você que mora na Barra acha que vale?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s